Estudando Localização

Home > Geomarketing > Estudando Localização

CONCEITOS BÁSICOS DE LOCALIZAÇÃO

Um bom ponto de venda de comércio/serviços deve, necessariamente, combinar os três fatores mercadológicos determinantes do seu sucesso operacional.

  • DEMANDA DE MERCADO – potencial de consumo – quantitativo e qualitativo, segmentado por tipo – busca do público alvo;
  • CONCORRÊNCIA – porte, localização e atratividade dos competidores em operação – qualidade e padrão operacional;
  • LOCALIZAÇÃO – posicionamento estratégico, mais acessível e conveniente aos consumidores – redução dos efeitos da concorrência.

LOCALIZAÇÃO – ONDE NÃO SE PODE ERRAR

O erro na localização do ponto de venda praticamente não permite correções. Com os pontos comerciais cada vez mais caros e escassos, um equívoco na localização significará, fatalmente, perda de tempo, dinheiro e desgaste de imagem.

Áreas de Influência e indicações dos pontos

Área de Influência é o território (MERCADO) – onde se efetiva a relação de compra e venda de produtos e/ou serviços. Salvo exceções, produtos/serviços muito específicos como, por exemplo lazer, via de regra tem limites de abrangência determinados por fatores geográficos inerentes à qualidade do ponto. Os principais são:

  • QUALIDADE DOS ACESSOS;
  • BARREIRAS DE ACESSO – FÍSICAS E/OU NATURAIS;
  • HÁBITOS DE DESLOCAMENTOS;
  • TOPOGRAFIA;
  • DENSIDADE DEMOGRÁFICA;
  • PERFIL OCUPACIONAL DO ENTORNO;
  • OFERTA DE TRANSPORTE;
  • POLARIZAÇÃO – OUTROS FATORES DE ATRATIVIDADE;
  • VISIBILIDADE;
  • COMPATIBILIDADE COM A VIZINHANÇA

Os estudos de rede identificam sobreposições e vazios de cobertura e devem obrigatoriamente considerar dois fatores internos:

  • POSICIONAMENTO DOS PONTOS EM OPERAÇÃO E FUTUROS;
  • DISPERSÃO DOS CLIENTES / VENDAS.

O conhecimento profundo do perfil de atratividade de cada ponto em operação e a avaliação dos seus desempenhos possibilita estabelecer analogias e inferências sobre o desempenho de pontos/mercados indicados para estudo.

DICAS PARA AVALIAÇÃO DE LOCALIZAÇÃO

PONTO DE PARTIDA

  • Localize o imóvel com auxílio de guias eletrônicos disponíveis na internet.
  • Prepare um mapa da região com pelo menos 2 Km de raio do ponto.
  • Localize suas filiais mais próximas.
  • Se possível, verifique o zoneamento do local do imóvel.
  • Vá ao campo.

SENSIBILIDADE E OBSERVAÇÃO

  • Ande a pé para “sentir o clima” do local e imediações.
  • Pare por alguns minutos na frente do imóvel e observe atentamente o movimento de pedestres, carros e coletivos.
  • Imagine o seu negócio no imóvel – fachada, comunicação etc.
  • Observe o perfil predominante do público em trânsito.
  • Identifique a ocupação dos imóveis vizinhos, avalie se têm compatibilidade com o seu negócio e observe se interferem na visibilidade do seu ponto.
  • Observe pontos de ônibus, largura das calçadas, facilidades para estacionar, faixa de pedestres, calçadões e semáforos.

ACESSOS, ATRATIVIDADE E CONCORRÊNCIA:

  • Contorne todo o imóvel de carro.
  • Simule todas as possibilidades de acesso e marque o tempo de percurso partindo dos vários pontos de origem.
  • Simule alternativas de retorno aos principais pontos de origem.
  • Marque as mãos de direção no mapa.
  • Nestes percursos localize os concorrentes no mapa.
  • Destaque os concorrentes mais importantes.
  • Entre nos principais, compre algo e sinta-se como um cliente.
  • Marque equipamentos urbanos que possam gerar fluxo para seu negócio.

Leia Mais..